terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Risotto de camarão


Arroz é aquele alimento que gosto de todas as maneiras.
Nunca me canso de cozinhar nem de comer arroz. Adoro!!
Risotto é um daqueles pratos de arroz que gosto particularmente.
Ficou divinal!!

Fiz assim:

Ingredientes:

Arroz arbóreo
Camarão com casca
Queijo chedar
Coentros
Azeite
Cebola
Vinho branco
Sal

Preparação:

Cozer os camarões em água e sal ( pode-se optar pelo miolo de camarão, eu prefiro cozer os camarões).
Descascar os camarões e reservar o caldo.
Num tacho colocar o azeite e fazer um refogado com a cebola picada.
Adicionar o arroz e deixar cozinhar um pouco, mexendo bem.
Juntar o vinho branco e deixar cozinhar até evaporar.
Ir acrescentando o caldo quente aos poucos e à medida que vai secando, mexendo o arroz.
Quase no final juntar os camarões descascados e o queijo ralado.
Retificar os temperos e salpicar com coentros picados.
Servir de imediato.

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Tortilha de espargos


Adoro espargos selvagens!
Costumo apanhá-los, corto em pedaços, escaldo e congelo.
O sabor é muito diferente dos de compra e fazem uma omelete ou tortilha divinal.
Para um jantar rápido retirei um saquinho que tinha no congelador e saiu esta tortilha.
E modéstia à parte ficou mesmo enroladinha; mas nem sempre consigo fazer assim.
Como os espargos têm um sabor muito intenso não precisam de muitos temperos; pois por si só dão um sabor divinal à tortilha.

Fiz assim:

Ingredientes:

Ovos
Espargos selvagens
Cebola picada
Azeite
Sal
Pimenta

Preparação:

Cortar os espargos em pedaços, lavar e escaldar ( não devem ser cozidos; pois perdem o sabor).
Adicionar os espargos e a cebola picada aos ovos batidos.
Temperar com sal e pimenta.
Levar uma frigideira anti-aderente ao lume e quando estiver quente juntar o azeite.
Verter o preparado da tortilha no azeite quente e deixar ganhar uma camada cozinhada.
Vai-se enrolando à medida que se vai empurrando o preparado  não cozinhado ( a frigideira deve ser grande) para que frite.
Em vez de enrolar virar com uma tampa.
Servir com uma salada.

domingo, 15 de janeiro de 2017

Caldeirada de bacalhau


A caldeira é um prato que gosto imenso, mas raramente faço; pois aqui por casa não é consensual.
Os meus filhos não gostam e o meu marido come, mas não aprecia.
Num destes dias apeteceu-me uma caldeirada e resolvi fazer, mas de bacalhau.
Fiz uma alteração à tradicional caldeirada, fazendo um refogado, em vez de colocar todos os ingredientes no tacho ao mesmo tempo.
Realmente ficou com um sabor diferente; pois o molho ficou bem apurado em vez do caldo tradicional.
O meu marido comeu e até apreciou.

Fiz assim:

Ingredientes:

Postas de bacalhau
Cebola
Alho
Pimentos vermelhos
Batatas
Louro
Hortelã
Azeite
Sal
Tomate
Vinho branco
Água

Preparação:

Fazer um refogado com o azeite, cebola, alho, louro e tomate e depois adicionar o pimento às tiras.
Refrescar com o vinho branco e deixar cozinhar mais um pouco até o vinho evaporar.
Cortar as postas de bacalhau em pedaços.
Cortar as batatas às rodelas grossas.
Num tacho colocar uma porção do refogado.
Por cima colocar uma camada de batatas e depois o bacalhau.
Adicionar mais um pouco do refogado.
Finalizar com outra camada de batatas e o restante refogado.
Temperar com sal e uns raminhos de hortelã.
Adicionar um pouco de água.
Tapar o tacho e deixar cozinhar em lume brando.
Servir com uma salada e pão torrado.

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Bacalhau com espinafres e cenoura



Hoje apresento uma sugestão de uma receita apropriada para congelar.
Eu faço com alguma frequência este tipo cozinhados em maior quantidade e congelo em tabuleiros de alumínio antes de ir ao forno.
É muito prático para aqueles dias em que o tempo é pouco ou quando não há muita vontade cozinhar.
Também é uma boa opção para os meus filhos levarem, pois basta deixar descongelar e levar ao forno e posso preparar antecipadamente.
Também se pode colocar no forno ainda congelado, mas demora muito mais tempo a gratinar.
Eu deixo a descongelar no frigorífico e depois levo ao forno durante mais ou menos 25 minutos.
A receita que fiz rendeu um pirex que gratinei para o jantar e ainda 4 tabuleiros que congelei.

Fiz assim:

Ingredientes:

5 postas de bacalhau
2 cebolas
8 dentes de alho
1 molho de espinafres
3 cenouras raladas
200ml de azeite
1 pacote e meio de batata palha
1 limão
Molho bechamel ( eu fiz caseiro, mas pode-se optar pleo de compra)
1 broa de milho
1 pacote de queijo ralado
Coentros
Sal q.b.
Pimenta q.b.


Preparação:

Cozer e desfiar o bacalhau.
Levar um tacho ao lume com o azeite, a cebola e  6 dentes de alho picados, deixando refogar.
Adicionar o bacalhau desfiado e deixar cozinhar um pouco.
Juntar os espinafres e as cenouras raladas, misturando tudo bem.
Envolver a batata palha.
Adicionar o molho bechamel e o sumo do limão.
Retificar os temperos e distribuir pelos tabuleiros.
Na picadora picar a broa com 2 dentes de alho e os coentros e posteriormente adicionar o queijo ralado.
Cobrir o bacalhau com este preparado e levar ao forno a gratinar.

terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Limpeza do microondas


Hoje em dia somos bombardeados com inúmeros produtos de limpeza para tudo e mais alguma coisa.
Basta percorrermos os corredores dos hipermercados para verificarmos  que a oferta é imensa  e a maioria dos produtos não tem grandes diferenças.
Muitas vezes dou por mim a pensar como as nossas avós, mães faziam a suas limpezas se a diversidade de produtos era pouca.
Pessoalmente não sou adepta de utilizar produtos de limpeza para todo o tipo de limpezas e prefiro recorrer a soluções mais económicas e ecologicamente mais sustentáveis e benéficas.
Existem dois produtos que temos em casa e que utilizados nas limpezas têm efeitos positivos, são o vinagre e o limão.
Hoje vou falar de uma das maneiras de utilizar o limão para a limpeza, neste caso  do microondas. 
Nestes eletrodomésticos utilizados para preparar alimentos tenho sempre o cuidado de evitar produtos de limpeza com agentes químicos e por isso o limão é excelente para estas limpezas.
Este método de limpeza do microondas é eficaz e não utilizo outro.

Faço assim:

Numa taça colocar mais ou menos meio litro de água e um limão grande cortado em pequenos pedaços.
Colocar a taça no microondas e programar a potência máxima, durante cinco minutos.
Quando o microondas parar só abrir passados 2 ou 3 minutos.
O objetivo é que a água ferva e faça vapor.
Limpar com um pano húmido.
Se persistir alguma sujidade molhar o pano na água com limão e limpar o microondas novamente.
Terminar a limpeza passando um pano seco.


segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Empada de peru


Natal é sinónimo de muita comida e consequentemente muitas sobras.
Normalmente costumo congelar as sobras e utilizar mais tarde.
Foi o que aconteceu com esta sugestão que apresento hoje e onde utilizei as sobras de peru.

Fiz assim:

Ingredientes:

Sobras de peru ou outra carne a gosto
2 placas de massa folhada (também pode ser massa quebrada)
Meia cebola
1 alho francês (só a parte branca)
1 cenoura ralada
Oregãos frescos
Azeite q.b.
1 colher de sobremesa de maizena
Meia chávena de caldo de carne
1 ovo

Preparação:

Picar a carne de peru grosseiramente.
Levar ao lume um tacho com o azeite e refogar ligeiramente a cebola picada.
Adicionar o alho francês às rodelas fininhas  e a cenoura ralada e deixar cozinhar.
Juntar a carne de peru e o caldo de carne, os oregãos e a pimenta.
Adicionar a farinha maizena dissolvida num pouco de água e misturar bem, retificando os temperos.
Entretanto forrar uma forma de tarte com uma placa de massa folhada e rechear com o preparado de carne.
Cobrir com a outra placa de massa folhada e unir bem a massa.
Pincelar com ovo batido e fazer uns pequenos cortes na massa.
Levar a forno pré-aquecido a 180ºC até estar douradinho.
Servir com uma salada.

domingo, 8 de janeiro de 2017

Assado de domingo- Perna de perú assada


Para o almoço do dia de Natal fiz perna de perú tostada no forno.
Já fiz a perna de peru de várias maneiras e este Natal resolvi experimentar fazer de uma outra maneira e ficou muito deliciosa.

Fiz assim:

Ingredientes:

1 perna de peru
Metade de um  chouriço
1 caldo de galinha
1 raminho de hortelã
1 raminho de alecrim
50g de margarina
3 dentes de alho
Limão q.b.
Sal q.b.
Pimenta q.b.
Rodelas de laranja q.b.
1 cebola
Meio copo de vinho branco
Azeite q.b.

Preparação:

Numa panela com água suficiente para cobrir a perna de peru, temperar com sal, pimenta.
Juntar o raminho de hortelã, o raminho de alecrim, o chouriço, o cubo caldo galinha e a perna de peru.
Deixar cozer por uma hora.
Passada um hora retirar a perna de peru de ambos os lados com o alho esmagado, raspa e sumo de limão.
Num pirex de forno colocar rodelas de cebola e por cima a perna de peru com a pele virada para cima.
Espalhar pedacinhos de margarina e regar com um fio de azeite e meio copo de vinho branco.
Levar a forno pré-aquecido  a 180ºC até a perna estar tostadinha.
Servir com arroz cozinhado com o caldo da cozedura do peru e rodelas de laranja.

Inspiração: Revista Saborintenso nº1